Sobre a Madeira

As ilhas da Madeira e do Porto Santo, bem como as inabitadas ilhas Selvagens e Desertas, constituem o arquipélago da Madeira que foi descoberto pelos portugueses em 1418. A sua posição geográfica privilegiada e a sua orografia montanhosa, conferem à ilha da Madeira uma espantosa amenidade climática com temperaturas médias muito suaves e uma humidade moderada.

A ilha da Madeira tem uma área de 741 Km2(57 km de comprimento e 22 km de largura).

As temperaturas oscilam entre os 25º no Verão e os 17ºC no Inverno.

A água do mar é igualmente muito temperada, por influência da corrente quente do Golfo, apresentando médias no Verão de 22° C e no Inverno de 18ºC.

A Madeira é um encantador destino turístico durante todo o ano, e embora seja importante a produção de bananas, de cana-de-açúcar e de Vinho da Madeira, grande parte do seu crescimento económico deveu-se ao turismo. O norte permanece essencialmente rural, enquanto o sul, sobretudo no Funchal e áreas vizinhas, tem vindo a crescer proporcionando acolhimento aos turistas mais exigentes. Muitos dos melhores hotéis da ilha encontram-se nesta área.

O turismo madeirense tem vindo a beneficiar de uma evolução no seu público-alvo, atraindo cada vez mais visitantes de diversas faixas etárias e estratos sociais. Outrora destino privilegiado das gerações mais velhas, a ilha é agora redescoberta pelos mais jovens e abastados. Reconhecida como a terra natal de Ronaldo, substituiu a imagem de pequena comunidade rural pela de soberbo destino de férias com excelente clima durante todo o ano, facilmente acessível a partir da Europa e atraindo jovens sofisticados que, para além da diversão nocturna, gostam de apreciar as belas paisagens e a população calorosa. A vida nocturna da Madeira, os seus restaurantes, desportos aquáticos, clima perfeito e espectaculares paisagens são inigualáveis e uma atracção imperdível para os turistas contemporâneos.

Sendo um arquipélago com um clima sub-tropical e paisagens deslumbrantes a Madeira é justamente conhecida como “o Jardim Flutuante” ou “a Pérola do Atlântico”. Localizada no Norte do Oceano Atlântico a cerca de 900 km de Portugal continental e a cerca de 600 km de Marrocos, a Madeira é o miradouro da Europa para o Oceano Atlântico. O arquipélago é formado, não só pelas ilhas habitadas, que são a Madeira (a maior) e o Porto Santo, mas também por dois pequenos grupos de ilhas desabitadas que são as Desertas e as Selvagens.

Além do luxuoso azul do céu e do mar e da imponência dos vales e das montanhas onde a flora é diversa e abundante a Madeira tem uma variedade de raras atrações. A ilha é famosa pelo seu vinho da Madeira, pelas talentosas bordadeiras,  pelo “bolo de mel”, pelas flores e frutos exóticos e pelo espectacular fogo de artifício no fim-de-ano, (que o Guinness Book of Records considera o maior). Se adicionarmos a isto tudo um clima balsâmico é fácil de perceber porque é que a “Ilha Paradisíaca” se tornou um dos destinos de férias mais desejados do “velho mundo”.

DESCOBERTA

O capitão português João Gonçalves Zarco e Tristão Vaz Teixeira descobriram a ilha do Porto Santo em 1418. No ano seguinte enquanto colonizavam a “Ilha Dourada” repararam numa grande nuvem escura no horizonte a sudoeste; navegaram nessa direcção e encontraram uma linda ilha verde à qual deram o nome de Madeira – ilha de muita madeira.

 

FUNCHAL

Com um ambiente descontraído e estilo de vida  sofisticado a cosmopolita capital da ilha – o Funchal – tem um índice de criminalidade muito muito baixo.

O Funchal é a maior povoação da ilha e o principal centro de comércio – foi declarado cidade a 21 de Agosto de 1508. Está localizado na costa sul da Madeira e é um dos portos mais procurado por navios de cruzeiro do Oceano Atlântico. É uma cidade palpitante cheia de cor e movimento com vistas maravilhosas para as montanhas. Tem uma herança cultural riquíssima e há lá sempre muita coisa para ver e fazer. Um excelente ponto de partida para a exploração do Funchal é o colorido “Mercado dos Lavradores” onde se pode comprar uma grande variedade de flores exóticas e frutos e tropicais, artesanato local, e peixe e vegetais frescos. Depois pode visitar um dos nossos formidáveis museus, monumentos, galerias ou jardins. A Sé Catedral, que fica no centro da cidade velha, foi construída entre 1485 e 1514 e é um dos poucos edifícios Manuelinos ainda existentes. Passeie ao longo da promenade até ao porto do Funchal e sente-se a saborear um “chinesa” (“meia-de-leite”) e a usufruir das fabulosas vistas da costa num dos muitos cafés da Marina. Se preferir andar um pouco mais pode ir até à “Pontinha” para ver a vista do anfiteatro do Funchal e das montanhas circundantes.

 

A COSTA DA ILHA

Saindo do Funchal a costa e o interior oferecem uma diversidade de paisagens raramente vista num território tão pequeno. A sua natureza vulcânica dotou a Madeira de altas escarpas, montanhas verdejantes e uma flora encantadora que tão realçadas ficam contra o azul do mar e do céu. A costa sul, mais populosa e mais calma, está resguardada dos ventos alísios, enquanto a mais acidentada costa norte é um espectáculo de azul, verde e branco com as vagas do Atlântico a delinear cada arriba, cada baía e cada enseada.

 

AS MONTANHAS DA MADEIRA

As montanhas espectaculares e a pique com os cumes por vezes mergulhados em nevoeiro têm um micro-clima só delas; custa a acreditar que fiquem apenas a escassos quilómetros do calor da costa sul. Com tantas atrações para descobrir, porque não deixar que outra pessoa a conduza num luxuoso autocarro numa excursão que pare nas mais interessantes e pictorescas partes da ilha.

Com tanto para oferecer não admira que a Ilha da Madeira seja tão atraente para o turista perspicaz que procura algo mais do que o corropio de muitos pacotes de férias mediterrânicos.

 

PORTO SANTO

Uma espantosa ilha arenosa que não fica longe da Ilha da Madeira embora as duas ilhas sejam completamente diferentes. Enquanto a Madeira está geralmente verde com uma costa acidentada e escarpada o Porto Santo é uma ilha dourada com uma praia de 9 km de comprimento. A forma mais utilizada de lá chegar é de ferry mas também é possível voar.