Fábrica do Ribeiro Sêco: Mel único no mundo

A Fábrica do Ribeiro Sêco tem o condão de produzir de cana-de-açúcar carregado de conhecimento e de história. Começou precisamente a semana passada laboração anual que irá decorrer ininterruptamente durante três semanas. Até o dia 6 de abril cerca de 50 pessoas vão transformar as 1.200 toneladas de cana-de-açúcar biológica e a cultivada normalmente em perto de 100 mil quilos de mel de cana.

A unidade fabril, situada na Rua das Maravilhas, no Funchal, foi fundada em 1883 por Aluísio César Bettencourt e viria a ser continuada pelo seu filho Luís Bettencourt. No início, fabricava aguardente. Mas, em 1928, devido ao excesso de fábricas a fazerem esta produção, foi solicitado que passasse para o mel de cana, o que foi aceite. Desde então, até hoje, a fábrica dedica-se exclusivamente à produção de mel e produtos a ele ligados.

Fábrica do Ribeiro Sêco

Fábrica do Ribeiro Sêco

Patenteados já com a Marca Madeira, os produtos da Fábrica do vendem-se por si só, pela garantia de qualidade e do reconhecimento que têm no mercado. No entanto, João Melim admite que a aposição do selo constituiu um acréscimo para o consumidor, despertando- o para o consumo de produtos regionais.
Não obstante, o sócio-gerente deixa claro que a Fábrica do Ribeiro Sêco tem procurado manter-se a par da atualidade. Por isso, tem desenvolvido, entre outras, campanhas que visam a captação de clientes mais jovens, sendo uma das técnicas a de evidenciar «a importância de acarinhar com maior cuidado este produto regional, mostrar que é um produto natural, com caraterísticas especiais e que não serve apenas para fazer bolo-de-mel ou broas».
O batizado da mascote da fábrica, em 2007, foi, segundo João Melim, uma das fases da campanha de captação de clientes jovens.

Entre as várias iniciativas que tem desenvolvido, publicou um livro de receitas com utilização de mel-de-cana. As 62 receitas publicadas demonstram que o mel pode ser usado em pratos de peixe e de carne, sobremesas e bebidas. João Melim sublinha que foi um desafio, sobretudo por ter sido a primeira vez que a Madeira publicou um livro de receitas sobre um produto específico.

O mel de excelente qualidade, .

O mel de cana comercializado pela Fábrica do Ribeiro Sêco demora cerca de 23 horas a ser feito, desde que a cana-de-açúcar é triturada até o líquido ficar viscoso e com a cor que o carateriza. Até lá, passa por diversas fases, entre as quais diversos filtros, com o intuito de atestarem a qualidade do produto cuja fama vem de longe.
Depois de pronto, o mel é guardado e embalado em diversos tipos de embalagens, desde 250 gramas até aos seis quilogramas, além de outras que a empresa satisfaz a pedido do cliente, que podem ir entre os 21 e os 42 quilogramas.


Recorde-se que o mel de cana é um produto 100 por cento natural.
Não tem aditivos, corantes ou conservantes e tem uma duração de três anos, desde que o frasco seja mantido em local seco e fresco e não seja aberto.
Depois de aberto, tudo depende da forma como é manuseado.
O sócio-gerente da unidade fabril, João Melim, não refere datas de validade depois dessa abertura.
No entanto, aconselha não usar no mel qualquer utensílio, como uma colher, por exemplo, que já tenha sido usada, visto poder contaminar o produto e estragar o mel.

Fábrica Do Ribeiro Sêco

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*